Nova linha de dispositivos para detecção e alarme de incêndio

Nova linha de dispositivos para detecção e alarme de incêndio

9

Entre o final de 2015 e início de 2016 a  Engesul lançou novos produtos com foco na proteção contra incêndios. Tratam-se de detectores térmico e de fumaça e acionadores, endereçáveis e convencionais, equipamentos que visam garantir mais segurança para pequenos, médios e grandes ambientes.

As novas soluções chegaram para complementar a gama de produtos já oferecida pela Engesul, que, a partir de agora, englobará em seu portfólio novos periféricos endereçáveis e convencionais, oferecendo a solução ideal para cada tipo de projeto de detecção e alarme de incêndio.

Dentre os aparelhos oferecidos na linha endereçável está o detector de fumaça DFE 320. De fácil instalação, ele possui uma câmara de sensor óptico que foi desenvolvida para detectar partículas de fumaça.  Ao detectar a presença de fumaça no ambiente, o aparelho comunica automaticamente à central de alarme sobre a existência de uma situação emergencial.

Os lançamentos também incluem o detector de temperatura endereçável DTE 320. O produto mede a temperatura do ambiente e, caso ela ultrapasse o máximo estipulado de 63ºC ou, se variar de forma muito rápida, por exemplo, 2ºC em dois segundos, o detector informará à central de alarme de incêndio o local exato onde estiver ocorrendo o sinistro.

Além dos detectores mencionados acima, a marca lançou, também, o AME 320, que é um acionador manual endereçável, essencial no sistema de detecção por ser a forma mais rápida de informar quando há um princípio de incêndio. Quando um foco de incêndio é visualizado, é necessário apenas acionar o produto manualmente, e ele enviará um alarme para a central. Este produto substitui o antigo acionador manual endereçável quebra-vidro, gerando muito mais segurança (uma vez que não é mais necessário quebrar o vidro) e maior economia (quando acionado não é necessário trocar o vidro).

Para atender a projetos de pequeno porte, a Engesul desenvolveu os dispositivos DFC 320 e AMC 320. Estes são periféricos convencionais destinados às centrais convencionais.

O DFC 320 é um detector de fumaça com circuito eletrônico que utiliza microprocessador, o que propicia alta precisão e estabilidade. É destinado para áreas de risco onde há a necessidade de rápida atuação.

Já o AMC 320 é um aparelho que permite o disparado por meio do acionamento manual, através do pressionamento de sua chapa acrílica. Diferente do AME 320, trata-se de um aparelho voltado para pequenos ambientes, sendo que o dispositivo possui contato seco, que possibilita a utilização junto a outros modelos de centrais convencionais além dos modelos dois fios.

Os produtos endereçáveis são compatíveis com as centrais de alarme de incêndio Slim e INC 2000 e, para uma solução completa, devem ser instalados com os cabos blindados da Engesul.

Clique aqui e conheça a linha completa de produtos para sistemas de incêndio.

 


Receba novidades da Engesul

Cadastre-se e receba nossas newsletters